Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Município promove curso de confecção e vestuário em Lerroville

Share

Município promove curso de confecção e vestuário em Lerrovile

A qualificação vai capacitar 17 moradoras do distrito; curso é fruto de uma parceria com o Senai e o Sivepar

 

O distrito de Lerroville terá, a partir de segunda (16), um curso de capacitação no ramo de confecção e vestuário com duas turmas formadas por moradoras da região. A Prefeitura de Londrina, por meio das Secretarias do Trabalho, Emprego e Renda (SMTER), de Educação e de Agricultura e Abastecimento, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), e o Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário do Paraná (Sivepar), viabilizou a realização do curso de qualificação profissional gratuito, atendendo a uma antiga demanda da região. A solenidade de inauguração do curso será às 14h, na escola municipal de Lerroville.

A turma é composta por 17 alunas, o que corresponde a capacidade máxima da sala. No final do curso elas receberão o certificado de conclusão e estarão aptas a atuarem profissionalmente. As aulas serão na própria escola municipal do distrito, em uma sala que foi repaginada e estruturada por técnicos da Prefeitura para receber as máquinas e equipamentos e permitir a acomodação confortável das alunas. Após a inauguração as aulas já terão início. O curso tem duração de 160 horas.

O secretário municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Elzo Carreri, explicou que a idealização do projeto e toda a implantação foi uma ação conjunta. “A Prefeitura viabilizou o espaço físico e coordenou as ações dentro do distrito, atuando como elo entre todos os envolvidos no projeto. Os profissionais do Senai desenvolverão as atividades formativas e o Sivepar adquiriu as máquinas que serão utilizadas para o aprendizado e produção. Agora estamos na finalização dos preparativos e as adequações no espaço para começarmos as aulas”, disse.

Para Carreri o ramo escolhido para a capacitação oferece boas oportunidades. “O objetivo é qualificar a trabalhadora em uma atividade que possa ser desenvolvida em sua localidade e também prepará-la para o mercado de trabalho. A indústria têxtil apresenta a possibilidade de desenvolvimento de atividades empreendedoras, assim como a prestação de serviços em um mercado com demanda constante de mão de obra. A qualificação dessas trabalhadoras será um diferencial importante na atração de novos empreendimentos do ramo para Londrina”, acrescentou o secretário.

 

Foto: Arquivo

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2924 visitantes