Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Compaz discute paz e violência na era digital

Share

Evento vai reunir programação em torno da temática; atividades são gratuitas e abertas ao público

 

O Conselho Municipal de Cultura de Paz de Londrina (Compaz) promove no dia 22 de novembro o evento “Era Digital - Benefícios e Riscos”. A programação inclui uma entrevista coletiva com a pesquisadora Cineiva Campoli Paulino, a entrega do 8º Selo Arma Não é Brinquedo e uma palestra acompanhada do lançamento do livro “Vozes do Cárcere II - Paz e Prevenção”.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Compaz, a ONG Londrina Pazeando e conta com apoio da Federação de Amor Exigente (FEAE) e Instituto de Tecnologia e Dignidade Humana. O evento integra a 1° Semana Municipal da Justiça Restaurativa de Londrina, que acontece de 19 a 23 de novembro deste ano.

A programação tem início às 10h, quando começa a entrevista coletiva com a presidente do Instituto Tecnologia & Dignidade Humana, Cineiva Campoli Paulino. A conversa será um espaço aberto onde tanto a imprensa quanto membros da sociedade civil poderão tirar dúvidas com a pesquisadora que atua nas áreas de Educação em Direitos Humanos e de Prevenção ao Uso de Drogas. A entrevista acontece na sede da FEAE, localizada na avenida Rio Branco, 367.

Em seguida, às 14h, a Câmara Municipal de Londrina sedia e a entrega oficial do 8º Selo Arma Não é Brinquedo. Participam de cerimônia representantes da Câmara e da Prefeitura de Londrina, assim como os 82 lojistas que receberam o adesivo para exporem em suas lojas durante o próximo ano.

Em sua oitava edição, o selo é uma iniciativa do Compaz que busca promover a não violência no Município. Segundo o secretário do Conselho, Luiz Cláudio Galhardi, o projeto tem como objetivo contrapor uma cultura de violência que vigora em todo o planeta. “Acreditamos que brincadeiras e jogos eletrônicos que fazem o uso de armas, com apelo à morte e à violência, potencializam a cultura de violência, que é milenar e presente em todos os lugares do mundo. Com a entrega do selo e demais ações, buscamos promover uma reflexão sobre esse cenário na era digital e propomos uma mudança de paradigma, voltada à paz e à não violência”, explicou.

Finalizando o dia de atividades, às 19h30, Cineiva dirige uma palestra acompanhada do lançamento do livro “Vozes do Cárcere II - Paz e Prevenção do uso de drogas nos caminhos das assistências educacional e religiosa”, do qual a pesquisadora é uma das organizadoras. A obra aborda a situação de vida das pessoas em presídios, cujas “vozes do cárcere” clamam por condições e ações que previnam males sociais. Na ocasião, os presentes poderão adquirir o livro por um preço especial, autografados pela escritora.

O livro é uma coletânea de artigos de pesquisadores e profissionais das áreas da Pedagogia, Biomedicina, Psiquiatria, Direito, Serviço Social, entre outros. São oferecidas 218 vagas para a atividade, que acontece na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, localizada na rua Dom Bosco, 55. Interessados em participar da palestra devem se inscrever pelo endereço bit.ly/2NbdxkV.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 4921 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner