Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Cemitério João XXIII terá reforma com construção de muro e calçadas

Share

Licitação está aberta para a realização da obra; Acesf investirá R$ 600 mil e a obra ainda inclui uma ciclovia, estacionamento e nova iluminação

O Cemitério Municipal João XXIII, na região sul de Londrina, receberá uma série de melhorias estruturais e terá seu entorno revitalizado para tornar o espaço público mais seguro e acessível. Uma ampla obra de reforma será realizada pela Prefeitura de Londrina, por meio da Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf), contemplando a construção de um muro de concreto, além de calçadas novas por toda a extensão do espaço externo. A área de passeio terá novidades como estacionamento, ciclovia e contará com novo sistema de iluminação. Outros reparos ainda serão feitos, incluindo pintura e sinalização.

acesf.DPO processo licitatório da obra já está aberto e o recebimento de propostas das empresas interessadas será no dia 30 de janeiro, com a abertura dos envelopes. O valor máximo para a contratação da obra é de R$616.860,78. A execução dos serviços irá ocorrer com recursos próprios da Acesf, advindos das taxas de manutenção. Após a assinatura do contrato, a empresa responsável pela obra terá 120 dias para concluir os serviços. A previsão de início é para março. O cemitério João XXIII fica na Avenida da Saudade, 135, Jardim Higienópolis, e é um dos mais antigos da cidade, tendo sido fundado em 1964.

O muro de concreto será construído para substituir o alambrado que circunda o cemitério e é forrado de vegetação, o que acaba tornando o espaço mais suscetível aos frequentes atos de vandalismo e roubos que são registrados ali. Reparos e manutenção são feitos pela Acesf regularmente, mas o problema persiste. A estrutura concretada será em formato de palitos, para dar visibilidade do interior do cemitério e, assim, inibir as ações de furtos e vândalos.

Segundo o superintendente da Acesf, Leonilso Jaqueta, as reivindicações da população são antigas, e a intenção principal da reforma é proporcionar mais segurança aos moradores e a quem transita na região, melhorando as condições de acesso e a qualidade do local aos usuários do cemitério. “Além do muro, o calçamento também será importante, pois o entorno do cemitério hoje não oferece isso aos pedestres. Vai melhorar o acesso e a locomoção, principalmente para idosos, cadeirantes e pessoas com deficiência, que serão beneficiados com a reforma”, considerou.

Jaqueta informou que serão construídos, ao todo, cerca de 1.600 metros de calçada em concreto e piso paver, e um grande estacionamento ficará à disposição dos frequentadores, oferecendo mais conforto. “A iluminação será reforçada com a instalação de sete postes na parte interna e outros na área externa. Uma ciclovia vai melhorar a mobilidade e dará nova opção de lazer”, concluiu.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2033 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner